Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...
JACYLE SANTOS
No comando: Romance

Das 00:05 as 01:00

Smooth-Jazz
No comando: Smooth Jazz

Das 01:05 as 03:00

Smooth-Jazz
No comando: Smooth Jazz

Das 03:02 as 06:00

RANIERI SOUZA
No comando: Violada Sertaneja

Das 04:30 as 05:30

sergio-maior-comprensado
No comando: Brasil Caminhoneiro

Das 05:32 as 06:00

brasileiraço
No comando: Brasileiraço

Das 06:02 as 07:00

sandro
No comando: Jornal Regional

Das 07:02 as 08:00

banner site radiio
No comando: Nova Manhã

Das 08:03 as 10:00

LIS OLIVEIRA
No comando: Charme

Das 10:05 as 12:00

bloco_b_semparar
No comando: Sem Parar 1ªEdição

Das 12:02 as 13:00

bloco_a_ritmos
No comando: Ritmos

Das 12:02 as 14:00

TIAGO CASSIANO
No comando: Misturadão

Das 13:05 as 14:00

MAICON
No comando: Disparada 1ª Edição

Das 14:02 as 14:15

MAICON
No comando: 60 Minutos

Das 14:03 as 15:00

flash
No comando: Flashback Express

Das 15:02 as 15:15

TIAGO CASSIANO
No comando: Mega Mix

Das 15:02 as 17:00

bloco_b_semparar
No comando: Sem Parar 2ª Edição

Das 16:02 as 17:00

MAICON
No comando: Disparada 2ª Edição

Das 17:02 as 17:15

bloco_b_semparar
No comando: Sem Parar 3ª Edição Só no app e site

Das 19:02 as 20:00

bau leds site
No comando: Baú Da Leds

Das 20:00 as 22:00

Simaria fala da luta contra doença

Compartilhe:
simaria

Revela ter chegado a 42 quilos

Simaria, afastada da dupla com a irmã Simone após a descoberta de uma tuberculose ganglionar, falou sobre a doença em entrevista ao “Fantástico” na noite de domingo. “Eu peso em torno de 50 quilos e eu cai para 42”, disse.

A cantora chegou a se emocionar durante a entrevista. “Eu não podia pegar meu filho. Eu não respirava direito, eu saía do palco o tempo todo, porque minha pressão baixava. Eu voltava para o camarim, colocava sal na boca e voltava para cantar.”

Simaria já teve tuberlucose três vezes e doença se agravou por mais de um fator: excesso de trabalho, alimentação insuficiente e falta de cuidados com a saúde, “Desde dos meus 14 anos até os 35, eu trabalhei que nem um burro de carga. Não quero mais fazer 30 shows em um mês”, disse Simaria. “O que mais mata a pessoa são as distâncias de um lugar para o outro. No final do show eu comia porcaria.”

Fonte: Revista Quem.

 

 

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook